terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Vale prêmio

.
.
Passamos de oitenta seguidores! Vamos comemorar com prêmios: os próximos cinco comentários receberão gratuitamente um exemplar do livro Cinco Tempos em Cinco Textos (à venda na livrarias Poeme-se, Tambores e Leiamundo), lançado pela pequena editora de livros no último dia sete. Detalhe: os comentários não poderão ser referentes a este post. Deverão ser pertinentes a temas de postagens anteriores – como prova de que alguém lê – não se esquecendo de registrar o endereço de correspondência para o envio do livro. Nosso sistema permite acessar comentários por ordem cronológica, independentemente de em que postagem for feito o comentário.

Também receberão livros as próximas seis pessoas que se tornarem seguidores, levando o blog à incrível marca de noventa pessoas amigas que clicaram em “seguir” por compromisso e nunca mais apareceram!

É a pequena companhia de teatro fortalecendo seus laços internéticos e seu compromisso com a democratização desta opereta meia boca.

P. S.: Palavras do autor

13 comentários:

XICO CRUZ disse...

Oba, vou ser o primeiro a ganhar, afinal de contas posso falar de qualquer postagem desse blog, hehehehehhehe. bom, vou falar daquele que tinha o foco O Ator Ver, era sobre uma questão bem pertinente o fato estética, "amarrala ali", "solta acula", "cobre aqui", "deixa assim que ninguem vai ver" e derrepente o ator ver, percebe e se questiona. Tá ficando muito grande meu comentário. Ei manda meu livro pelo Cesar, ele tá vindo pra cá. Beijão.

Marcelo Flecha disse...

O primeiro ganhador! srsrsrsr O livro já é seu, mando pelo César. Beijão!

CAIRO MORAIS disse...

Sou o segundo? Marcelo, o Chico não vale. Ele já é de casa, um inquilino fiel desse blog diminuto. Ele está em quase (quero ser bonzinho) todos os post com 1 ou mais comentários. eu quero um custe o que custa. o Claudio pode me entregar. Só para sanar duvidas se sou seu leitor: Você escreve em diários e desenha bem. Fico feliz com essa atitude de interação com nós de cá. Abraços, sucesso com o livro e vou ficar no aguardo do meu exemplar.

XICO CRUZ disse...

Marcelo desenho bem? Aquelas figuras rupestres? kkkkkkkk Cairo isso é puxação de saco, não vale, pode fazer outro comentário kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Marcelo Flecha disse...

Cairo rsrsrsrrs, segundo garantido!!!! Só Cairo e Brecht!! Mando o seu pelo Cláudio para não pagar os correios rsrsrr!!

CAIRO MORAIS disse...

não sei puxar "XICO", rsrsrs,,, e o 2º lugar é meu !!!

XICO CRUZ disse...

rsrsrsrsrs
Tudo bem! Vamos ler juntos um dia.

hamilton disse...

Marcelo, o post do Cláudio sobre improviso reacendeu algumas inquietações que tenho sobre minha condição de público. Público nas peças da Pequena. Depois sistematizo qualquer coisa... por hora, quero meu livro. Não vou deixar meu endereço, adotarei a mesma sistemática dos premiados anteriormente: passa lá em casa ao por do sol, domingo ou sábado, e me entrega o livro, na varanda. Faço um bom café.

Marcelo Flecha disse...

Combinado! Varanda, café, teatro e literatura.

Elizandra disse...

Querido, Eu sou a proxima aganhar o livro? Beijos!

Marcelo Flecha disse...

O livro é seu! Adorei o comentário! Feios somos...

dionisíacas disse...

Ainda dá tempo?
Vou falar de tudo que leio por essas bandas daqui...com palavras que ouvi por aí:

Uso um deformante para a voz.
Em mim funciona um forte encanto a tontos.
Sou capaz de inventar uma tarde a partir de uma garça.
Sou capaz de inventar um lagarto a partir de uma pedra.
Tenho um senso apurado de irresponsabilidades.
Não sei de tudo quase sempre quanto nunca.
Experimento o gozo de criar.
Experimento o gozo de Deus.
Faço vaginação com palavras até meu retratoaparecer.
Apareço de costas.
Preciso de atingir a escuridão com clareza.
Tenho de laspear verbo por verbo até alcançaro meu aspro.
Palavras têm que adoecer de mim para que se tornem mais saudáveis.
Vou sendo incorporado pelas formas pelos cheiros pelos sons pelas cores.
Deambulo aos esgarços.
Vou deixando pedaços de mim no cisco.
O cisco tem agora para mim a importânciade Catedral.



MANOEL DE BARROS
em Retrato do Artista Quando Coisa

Marcelo Flecha disse...

Já é seu! Como mando?