domingo, 10 de outubro de 2010

Pequena


Mestrado e Europa. Acho que devemos continuar investindo no futuro – outra piada interna. Penso na pequenina. Uma pré-pequena. Uma antepequena. Convidar um pequeno grupo de alunos e jovens atores para experimentar e explorar nosso treinamento. Algo como um estágio para o ingresso à pequena. Sem compromisso de montagens, sem compromisso de incorporação. Apenas para treinar e construir experiências a partir dessa experimentação. E mostrar os resultados sem maiores formalidades. Essa ideia ganhou corpo algumas semanas atrás em comentários com KL e JC (não o Cristo). Katia comentava sobre uma safra de jovens fazedores interessados em conhecer nossa forma de fazer teatro – comentários sobre admiração e ecos do nosso trabalho. Às vezes é bom saber. Faz bem. Ameniza o desgaste do longo tempo de trabalhos prestados à tentativa de compreender esta ausência de concretude cheia de vazios palpáveis chamada teatro.

Por outro lado também pensamos numa pequena editora. Viagem. Um selo para começar a reunir nossas publicações. Nossa ousadia está começando a tomar proporções megalomaníacas. É divertido. Sonhar. Também pensamos na nossa sede definitiva, jurada para o ano de 2011 custe o que custar. É isso. Enquanto aguardamos a viagem de amanhã para a apresentação de Pai & Filho no Festival Agosto de Teatro, nossas cabeças se encarregam de perturbar o já perturbado ano de 2010 – lembrando que ainda temos para este a Mostra Guajajaras e um livro para publicar e lançar. 2011 promete.

5 comentários:

enjoairy disse...

fichas de inscrição on line ?

XICO CRUZ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
XICO CRUZ disse...

Marcelo, essa idéia dos jovens experimentarem o processo de vocês precisa acontecer. É importante até mesmo pro fazer teatral maranhese. E não esqueça de nós! Os isolados e desolados!

hamilton disse...

Mandar "pra fora", para que outros se apropriem e re-façam do seu jeito também é construir um posicionamento sobre o fazer teatral... A Pequena Companhia não só se reiventa, como também se reproduz. Vida longa!

dionisíacas disse...

Mas que na hora de deixar reverberar por outros "Horizontes" esse fazer de vcs que é tão sólido!!E para firmar isso tudo e o muito que ainda há de vir: uma sede digna desse fazer!!
Que os deuses digam AMÉM!!
Axé!!
Evoé!!!!